EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Catalunha: rejeição de Mas abre via a novas eleições

Catalunha: rejeição de Mas abre via a novas eleições
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Catalunha voltará provavelmente às urnas em março. O partido da esquerda radical independentista CUP disse “Não” à investidura de Artur Mas para um

PUBLICIDADE

A Catalunha voltará provavelmente às urnas em março.

O partido da esquerda radical independentista CUP disse “Não” à investidura de Artur Mas para um novo mandato como presidente do governo catalão, empurrando a região espanhola para um novo escrutínio antecipado.

A única forma de evitar esse cenário, seria a improvável apresentação de um novo candidato à presidência do executivo regional.

Ainda assim, a formação independentista dirigida por Antonio Baños precisou que a decisão de não apoiar Mas “não fecha a porta a outra candidatura”.

O presidente catalão, candidato da coligação independentista “Juntos pelo Sim”, tinha obtido 62 dos 135 assentos no parlamento regional nas eleições de 27 de setembro e, portanto, precisava de um mínimo de duas das dez vozes dos deputados da CUP para garantir a investidura.

Se a plataforma “Juntos pelo Sim” e a CUP não chegarem a acordo sobre um novo candidato até ao dia 9, será confirmada a realização de um novo escrutínio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Espanha: PP vence sem condições para governar

Espanha: as eleições de resultados mais incertos são este domingo

Socialistas vencem eleições na Catalunha e terminam com 14 anos de maioria dos independentistas