EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Calais: Da "selva" para os contentores

Calais: Da "selva" para os contentores
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com APTN, REUTERS
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades francesas inauguraram novos alojamentos em contentores para os milhares de migrantes concentrados perto de Calais.

PUBLICIDADE

Viviam no acampamento a que chamavam a “selva”. Agora, muitas destas famílias estrearam alojamentos instalados em contentores.

É uma melhoria no nível de vida, higiene e dignidade, mas não representa uma mudança drástica na situação dos milhares de migrantes que continuam concentrados perto de Calais, junto ao Canal da Mancha, em França: “Com este campo temporário, eles têm um abrigo em França. O nosso objetivo é fazer com que possam ficar em França e sejam integrados na sociedade francesa”, diz Nicolas Pauliac, da prefeitura do departamento de Pas-de-Calais.

Apesar da boa-vontade das autoridades de Paris, o objetivo dos migrantes é apenas um: Atravessar a Mancha para o outro lado e chegar à Grã-Bretanha. Ahmed é um refugiado sírio: “Para mim, ficar aqui ou ir para os contentores é a mesma coisa. O que eu quero mesmo é pedir asilo na Grã-Bretanha”.

UK failures meant 15-year-old Afghan boy died trying to reach his sister in Britain https://t.co/TTKmeCCbqY Petition https://t.co/BflhtYZxU0

— Natalie Bennett (@natalieben) January 10, 2016

A outra face da moeda é representada pelos habitantes das aldeias vizinhas da “selva” de Calais. Seja em tendas ou contentores, a proximidade do campo é um pesadelo para eles: “Vamos ser obrigados a ir embora daqui. Isto não é normal, os políticos não fazem nada por nós. Somos esquecidos”, diz Noël Lebrun, do coletivo “Les Oubliés” (“Os esquecidos”).

Uma das críticas feitas com maior frequência é a de que a selva de Calais pode servir como plataforma de passagem de “jihadistas” para o Reino Unido, o que é prontamente desmentido pelas autoridades francesas e pelas associações de apoio, que alegam que os potenciais terroristas têm maneiras mais fáceis e menos penosas de atingir o território britânico.

ISIS Jihadis 'hiding' in the #Calais Jungle camp https://t.co/5fRE4L80Pf via MailOnline</a></p>&mdash; Jewhadi™ (JewhadiTM) January 11, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

A história sem fim de Calais

Macron pede que antissemitismo seja discutido nas escolas após violação de uma jovem judia

Líder da extrema-direita opõe-se ao envio de tropas francesas para a Ucrânia