Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Burkina Faso: 29 mortes confirmadas de 18 nacionalidades

Burkina Faso: 29 mortes confirmadas de 18 nacionalidades
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Burkina Faso observa, a partir deste domingo, 72 horas de luto nacional na sequência do ataque contra o hotel Splendid de Ouagadougou.

O último balanço oficial aponta para 29 mortos, de 18 nacionalidades. Entre estes, está confirmada a presença de pelo menos seis canadianos, dois franceses, dois suíços e um holandês. O ataque, reivindicado pela Al-Qaeda no Magrebe Islâmico, fez também três dezenas de feridos.

O presidente Roch Kaboré saudou “o profissionalismo e solidariedade entre as forças de segurança do Burkina Faso e forças francesas e norte-americanas que permitiu conduzir com sucesso a ofensiva contra os terroristas”. O chefe de Estado apelou também aos “países vizinhos para partilharem os meios militares e informação para constituir uma frente unida” contra a ameaça terrorista.

Segundo números oficiais, a operação lançada contra os atacantes entricheirados no hotel da capital permitiu resgatar 176 pessoas.

Segundo o ministro da Segurança Interna, Simon Compaoré, foram identificados os corpos de três “jihadistas”, todos homens e muito jovens, com idades que não ultrapassavam os “26 anos”. Uma fonte de segurança tinha antes falado em quatro atacantes, incluíndo duas mulheres.