EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

EUA: Tempestade de neve ameaça paralisar Costa Leste

EUA: Tempestade de neve ameaça paralisar Costa Leste
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A tempestade de neve “Jonas” ameaça paralisar a Costa Leste dos Estados Unidos. Em Washington, a neve pode ultrapassar os 60 centímetros de altura e

PUBLICIDADE

A tempestade de neve “Jonas” ameaça paralisar a Costa Leste dos Estados Unidos.
Em Washington, a neve pode ultrapassar os 60 centímetros de altura e há previsões de ventos muito fortes.
Por isso, o Serviço Nacional de Meteorologia norte-americano recomenda que a população fique em casa. O estado de emergência foi declarado em várias regiões do país. Em Nova Iorque, o “mayor” da cidade, Bill de Blasio, recomendou a todos que não andassem nas estradas, pelo menos até domingo. O metro e os autocarros também não vão funcionar.

Prepare! Don't Let a #WinterStorm Take You by Surprise. https://t.co/1JnO1HYp5Y | https://t.co/Kr39xluFVEpic.twitter.com/dJQb3I4F9I

— NWS (@NWS) 22 janeiro 2016

Nos aeroportos também já está o caos instalado. Mais de 7 mil voos foram cancelados por causa da tempestade.
Em Chicago, esta norte-americana explica que veio à cidade para algumas reuniões, já devia ter regressado a casa, na Carolina do Norte, mas ficou presa em Chicago porque o avião não pode sair.

Nem Barack Obama escapou aos efeitos da tempestade de neve. O presidente norte-americano foi impedido de voar no Marine One.

Se as previsões se confirmarem, a tempestade vai afetar mais 85 milhões de pessoas em Washington e 15 estados no leste do país. As autoridades norte-americanas falam de pelo menos sete mortes que podem estar relacionadas com o mau tempo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"