EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Papa Franciso apaga mil anos de separação entre católicos romanos e ortodoxos

Papa Franciso apaga mil anos de separação entre católicos romanos e ortodoxos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O papa Francisco inicia hoje a sua primeira viagem pontifical ao México, e que se prolonga até quinta-feira, antecedida de uma escala em Havana

PUBLICIDADE

O papa Francisco inicia hoje a sua primeira viagem pontifical ao México, e que se prolonga até quinta-feira, antecedida de uma escala em Havana, Cuba, onde se encontrou com o patriarca ortodoxo russo Kiril. Planeado há anos, o encontro é um importante passo para a reaproximação após uma cisão de mil anos entre católicos ramanos e ortodoxos. O sumo pontífice já havia afirmado que se encontraria com o patriarca Kirill “onde ele quisesse”. A reunião em Cuba foi anunciada na semana passada pelas duas igrejas num comunicado conjunto.

“É claro que isto é muito importante, cria novos horizontes de esperança para nós, não só em termos da relação, em termos do valor cultural do encontro, do diálogo e da reconciliação”.

As igrejas Católica Apostólica Romana e Católica Apostólica Ortodoxa separaram-se durante a Grande Cisma do Oriente, em 1504, quando os líderes das igrejas em Roma e Constantinopla se excomungaram mutuamente. Desde então, elas divergem em uma série de assuntos, incluindo a supremacia do papa.

Cerca de dois terços dos cristãos ortodoxos do mundo, aproximadamente 200 milhões de pessoas, pertencem à Igreja Ortodoxa Russa. A Igreja Católica afirma ter 1,2 mil milhões de fiéis.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Centenas de cubanos visitam navio de guerra russo

Rússia envia submarino nuclear para Cuba para reavivar diplomacia naval

ONU vota contra embargo norte-americano a Cuba