EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Turquia volta a bombardear milícias curdas no norte da Síria

Turquia volta a bombardear milícias curdas no norte da Síria
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP / Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Turquia bombardeou pelo segundo dia consecutivo, através da fronteira, posições das milícias das Unidades de Proteção do Povo no norte da Síria

PUBLICIDADE

A Turquia bombardeou pelo segundo dia consecutivo, através da fronteira, posições das milícias das Unidades de Proteção do Povo no norte da Síria. Ancara teme que os combatentes curdos alarguem a esfera de influência até controlarem a totalidade da zona fronteiriça.

Coincidindo com a chegada de aviões de combate sauditas à base turca de Incirlik para “intensificar as operações aéreas” contra o Estado Islâmico na Síria, a Turquia diz-se disposta a avançar com uma operação terrestre no país vizinho, em parceria com a Arábia Saudita.

Ao mesmo tempo, o chefe da diplomacia saudita, Adel al-Jubeir, frisou que “se a coligação liderada pelos Estados Unidos introduzir tropas na Síria, o reino saudita estará preparado para participar com a mobilização de forças especiais”.

No campo diplomático, cada vez parece menos realista o acordo anunciado pelo secretário de Estado norte-americano e pelo chefe da diplomacia russa de um cessar-fogo entre rebeldes e forças pró-governamentais sírias na próxima semana, acompanhado pelo retomar das negociações indiretas de paz.

A oposição síria criticou vivamente que o acordo permita a continuação dos bombardeamentos russos, que muitos acreditam visarem sobretudo os rebeldes moderados que combatem o regime de Bashar al-Assad e não os “jihadistas” do Estado Islâmico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turquia bombardeia curdos na Síria

Bombardeamentos turcos contra milícias curdos faz pelo menos 20 mortos

Ataque aéreo provoca várias vítimas mortais num mercado no noroeste da Síria