EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Brexit" - a cimeira do "ou vai ou racha"

"Brexit" - a cimeira do "ou vai ou racha"
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com AFP, AP, REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

David Cameron submeteu aos parceiros europeus um projeto de acordo, com as exigências britânicas para manter o Reino Unido no seio da União Europeia

PUBLICIDADE

“Ou tudo ou nada” – é sensivelmente o ponto de vista do Reino Unido. Com a ameaça do “Brexit” a pairar como um espada de Dâmocles sobre a União Europeia, David Cameron submeteu aos parceiros um projeto de acordo, com as exigências britânicas.

Se os 27 o aceitarem, então o primeiro-ministro britânico fará campanha pelo “sim” à Europa no referendo que promete organizar este verão.

“Se pudermos alcançar um bom acordo, aceito-o, mas não aceitarei algo que não corresponda às nossas necessidades. O importante é fazer isto como deve ser – e não à pressa. Mas com boa vontade e com trabalho árduo, poderemos ter um bom acordo para a Grã-Bretanha”, afirmou Cameron à chegada à cimeira destas quinta e sexta-feiras.

#Brexit : l’Angleterre redeviendrait une île, solitaire et fragile https://t.co/7xYyZ4ZaHh

— Alain Duhamel (@AlainDuhamel) February 18, 2016

Os parceiros europeus, por seu lado, querem evitar a saída do Reino Unido mas também querem evitar uma Europa “por medida”, com exceções que se alastrem a outros Estados membros.

Donald Tusk, o presidente do Conselho Europeu, admite que a situação é complexa: “Como sabem, estamos em plena negociações, difíceis e sensíveis, sobre a questão do Reino Unido. Uma coisa me parece certa: esta é uma cimeira onde ‘ou vai ou racha’!”

Last bilateral meeting with PM David_Cameron</a> before <a href="https://twitter.com/hashtag/EUCO?src=hash">#EUCO</a> begins talks on new settlement for <a href="https://twitter.com/hashtag/UKinEU?src=hash">#UKinEU</a>. <a href="https://t.co/NBUodjeg8y">pic.twitter.com/NBUodjeg8y</a></p>&mdash; Donald Tusk (eucopresident) 18 Février 2016

Entre os principais pontos de desacordo, a governação económica e as questões das migrações – o outro grande tema desta cimeira europeia, com a Grécia em linha de mira dos restantes Estados membros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Brexit": o que quer o Reino Unido? (e o que pode conseguir)

Por que razão são frequentemente os homens que migram para a Europa?

Quem irá suceder a Jens Stoltenberg na NATO?