EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Síria: ONU adia discussões de Genebra para depois de início do cessar-fogo

Síria: ONU adia discussões de Genebra para depois de início do cessar-fogo
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A ONU decidiu adiar a retoma das discussões de paz sobre a Síria, prevista para esta quinta-feira em Genebra. O enviado especial da organização

PUBLICIDADE

A ONU decidiu adiar a retoma das discussões de paz sobre a Síria, prevista para esta quinta-feira em Genebra.

O enviado especial da organização, Stefan de Mistura, anunciou que a nova data só será anunciada amanhã ao início da noite (sexta-feira), após uma primeira reunião para coordenar o cessar-fogo de sábado.

A prioridade, para já, passa pela distribuição de ajuda humanitária às zonas sitiadas do país, uma das exigências da oposição para respeitar a trégua.

Segundo De Mistura, “ Cem mil pessoas, quase 200 camiões e um primeiro teste, ontem, para distribuir ajuda a 200 mil pessoas. Estamos perante um avanço importante”.

Os responsáveis da ONU reconheceram, no entanto, que Damasco continua a dificultar o trabalho das caravanas humanitárias. De Mistura admitiu que o regime sírio estaria a proibir a distribuição de medicamentos às zonas civis sitiadas.

Em paralelo, o conselheiro especial da ONU para a Síria, admitiu o fracasso da primeira tentativa internacional para entregar ajuda, por via aérea, à cidade de Deir Al-Zor.

Aviões russos tinham já largado mantimentos na zona há alguns dias.

“Tivémos dois problemas, as paletes perderam-se com os paraquedas à deriva, e por isso falhámos os alvos, e os paraquedas não abriram, destruindo as paletes com os mantimentos”.

Segundo o Programa Alimentar Mundial, apenas 4 das 21 paletes teriam atingido o objetivo, devido aos ventos fortes.

A ONU prepara outra grande operação humanitária para domingo, depois de ter conseguido quebrar o cerco em localidades como Madaya ou Zabadani, abaladas pela fome e pela falta de medicamentos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Síria: Oposição aceita trégua "temporária" para testar intenções russas

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado