EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Abdeslam quer extradição para França

Abdeslam quer extradição para França
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O alegado terrorista, implicado nos atentados de Paris, quer responder em França e não na Bélgica.

PUBLICIDADE

Salah Abdeslam quer ser extraditado para França. O alegado terrorista e coautor dos atentados do dia 13 de novembro em Paris continua detido na Bélgica, onde vivia, mas é em França que se quer explicar às autoridades. Isso mesmo foi dito à imprensa pelo advogado, Sven Mary. Em fuga desde os atentados de novembro, foi capturado na semana passada: “Salah Abdeslam disse-me que quer ir para França o mais depressa possível. Ele percebe que o dossiê dele, aqui, é muito reduzido e quer dar explicações em França. Por isso, é uma boa coisa”, disse o advogado.

Apesar de todas as aparentes ligações com os autores dos ataques de sábado em Bruxelas, Abdeslam nega que soubesse antecipadamente destes atentados e diz que soube, como toda a gente, pela comunicação social.

Esta quinta-feira, foi a primeira audiência do alegado terrorista num tribunal de Bruxelas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

França quer extradição de Salah Abdeslam

Detido novo suspeito do atentado em Bruxelas

Ministro da Justiça da Bélgica demite-se na sequência do ataque terrorista em Bruxelas