EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Rússia continuará a "apoiar Damasco" após retirada militar

Rússia continuará a "apoiar Damasco" após retirada militar
Direitos de autor 
De  Antonio Oliveira E Silva com REUTERS, ROSSYIA 24
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um oficial militar russo informou aos media nacionais que o exército continuará a "prestar apoio a Damasco" depois da retirada de grande parte do contingente militar presente na Síria

PUBLICIDADE

Os meios de comunicação oficiais russos mostraram esta segunda-feira (28) imagens da retirada de três helicópteros militares de uma base síria próxima de Lataquia (noroeste, costa mediterrânica), um dos mais importantes portos do país.

O canal de notícias Estatal Rossyia 24, informou que três helicópteros deixaram a base de Hemeymim esta segunda-feira a bordo do avião de transporte Antonov-124.

Este mês de março, o Presidente da Federação Russa Vladimir Putin anunciou que grande parte do contingente militar presente em território sírio começaria a retirar-se depois de 5 meses de ataques aéreos.

Moscovo diz que foram atingidos os objetivos na região.

A intervenção militar russa, muito criticada no Ocidente, favoreceu a posição do governo de Damasco depois de 5 anos de conflito.

No entanto, apesar do anúncio, a força aérea russa continuou com ataques sobre as zonas fora do controlo do exército de al-Assad, ajudando o Governo sírio nomeadamente na conquista da de Palmira, na região administrativa de Homs (centro do país).

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Duas crianças entre os seis mortos após bombardeamentos de Assad em Idlib

Região rebelde de Idlib bombardeada após ataque em Homs

Ataque aéreo provoca várias vítimas mortais num mercado no noroeste da Síria