Última hora
This content is not available in your region

Ucrânia: Volodymyr Groysman sucede a Arseny Iatseniuk como primeiro-ministro

euronews_icons_loading
Ucrânia: Volodymyr Groysman sucede a Arseny Iatseniuk como primeiro-ministro
Tamanho do texto Aa Aa

Volodymyr Groysman foi nomeado primeiro-ministro da Ucrânia. A propopsta partiu do Presidente Petro Poroshenko e recebeu esta quinta-feira o aval do Parlamento ucraniano, com o voto de 257 deputados da “Rada” — eram precisos pelo menos 226 votos.

A expetativa é que a nomeação signifique o fim do impasse político, agravado no domingo com a demissão do primeiro-ministro Arseny Iatseniuk. O anterior chefe de Governo estava a ser pressionado a abandonar o cargo pela incapacidade de implementar de forma célere o programa de reformas políticas e económicas exigidas pela União Europeia.

Poroshenko e Groysman, que era até agora o líder (“speaker”) do Parlamento, têm apoiado publicamente o programa de reformas económicas do Fundo Monetário Internacional (FMI) e prometeram combater a corrupção no país.

Antes da votação, Volodymir Groysman prometeu acelerar o processo de implementação de reformas em linha com a UE e garanhtiu que o novo governo “não terá qualquer tolerância face à corrupção. “Prometo servir o povo ucraniano de forma a que nem vós (deputados), nem o povo, nem o Presidente, sintam vergonha pelo meu trabalho”, afirmava o novo primeiro-mionistro ucraniano antes de ser aprovado pelos compatriotas.

Poroshenko, por seu turno, já havia garantido que o novo executivo a ser liderado por Groysman iria continuar a dar seguimento Às políticas rumo a integração europeia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.