Última hora

Última hora

Alemanha: Parceiro de coligação contra decisão de Merkel de autorizar processo contra humorista pedido pela Turquia

Em leitura:

Alemanha: Parceiro de coligação contra decisão de Merkel de autorizar processo contra humorista pedido pela Turquia

Alemanha: Parceiro de coligação contra decisão de Merkel de autorizar processo contra humorista pedido pela Turquia
Tamanho do texto Aa Aa

O parceiro da coligação que suporta o governo alemão está contra a decisão de Angela Merkel de autorizar a abertura de um processo judicial contra o humorista alemão, Jan Boehmermann, pedido pela Turquia por ofensas ao Presidente Recep Tayyip Erdogan.

Autorizar este processo por insultar um chefe de Estado estrangeiro não significa que há um pré-julgamento da pessoa afetada, nem uma decisão sobre os limites da liberdade da arte, da imprensa e de expressão. - Angela Merkel

Os ministros dos Negócios Estrangeiros, Frank-Walter Steimeier, e da Justiça, Heiko Maas, do Partido Social-Democrata são contra o que consideraram ser uma cedência a Erdogan.

“Os departamentos políticos liderados pelo SPD votaram, depois de cuidadosa consideração, contra a autorização. Devido a um empate, o voto da Chanceler foi decisivo. Somos da opinião de que a autorização para processar, de acordo com o parágrafo 104 do código penal, não deveria ter sido concedida”, afirma Steimeier.

Para a chanceler alemã a autorização concedida por Berlim não pode ser considerada como uma ameaça à liberdade de expressão. “Autorizar este processo por insultar um chefe de Estado estrangeiro não significa que há um pré-julgamento da pessoa afetada, nem uma decisão sobre os limites da liberdade da arte, da imprensa e de expressão”, assegurou Merkel.

Boehmermann, no seu programa de televisão de 31 de março, apresentou uma rábula sobre Erdogan onde fez referências sexuais como pedofilia e zoofilia e acusou o presidente de reprimir as minorias curdas e cristãs.

Na internet, circula já uma petição de apoio ao humorista. Já conta com mais de 200.000 assinaturas.