This content is not available in your region

Satélite Sentinel-1B ruma ao espaço

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com ESA
euronews_icons_loading
Satélite Sentinel-1B ruma ao espaço

Depois do Sentinel-1A, lançado à dois anos, é a vez do seu irmão gémeo, o 1B ser lançado a partir da Guiana Francesa esta sexta-feira às 22h30. O satélite segue a bordo de uma nave espacial Soyuz.

Uma vez em órbita, este satélite irá fornecer imagens da Terra, por radar, para o programa europeu Copernicus, que faz a monitorização ambiental:

“Tem uma série de aplicações que têm a ver, por exemplo, com a deteção de deslizamentos de terra, inundações, movimentos da Terra, isso leva-nos à questão dos serviços de emergência, podemos dar apoio a todo o tipo de emergências. Quando há um tremor de terra podemos fazer mapas dos movimentos do solo, antes e depois. Podemos olhar para mapas dos glaciares, dos blocos de gelo à deriva e que podem pôr em perigo os transportes marítimos. Os derramamentos de petróleo podem ser observados através de radar”, explica Volker Liebig, responsável pelos programas de observação terrestre da ESA.

O Soyuz transporta também três CubeSats, que são pequenos satélites desenvolvidos por estudantes universitários, através do programa ‘Fly Your Satellite!’, promovido pelo Gabinete de Educação da Agência Espacial Europeia.