Coreia do Norte condena cidadão norte-americano a 10 anos de trabalhos forçados

Coreia do Norte condena cidadão norte-americano a 10 anos de trabalhos forçados
De  Euronews com Reuters, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades norte-coreanas condenam cidadão norte-americano a 10 anos de trabalhos forçados. Kim Dong Chul, cidadão norte-americano de origem

PUBLICIDADE

Autoridades norte-coreanas condenam cidadão norte-americano a 10 anos de trabalhos forçados.

Kim Dong Chul, cidadão norte-americano de origem coreana, é acusado de espionagem e roubo de segredos de estado.

Kim Dong Chul foi detido em outubro passado. Desde então teria admitido as acusações de espionagem incluindo o roubo de segredos militares.

De acordo com a agência de notícias da Coreia do Norte, o réu teria cometido os atos de espionagem sob orientação dos Estados Unidos e da Coreia do Sul.

A sentença surge após a condenação de um estudante norte-americano, Otto Warmbier, a 15 anos de prisão pelo roubo de material de propaganda de um hotel em Pyongyang,

O país reforçou as medidas de segurança em vigor a poucos dias da realização do primeiro congresso do partido no poder, o primeiro em 36 anos, e marcado para o dia 6.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kim Jong-Un quer plano de "longo prazo" para relações bilaterais com a Rússia

"Novo nível estratégico" nas relações entre a Rússia e a Coreia do Norte

Kim Jong-Un regressa a casa após visita à Rússia