Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Antiga presidente da Argentina acusada de irregularidades relacionadas com o Banco Central

Antiga presidente da Argentina acusada de irregularidades relacionadas com o Banco Central
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A antiga presidente da Argentina, Cristina Fernandez, foi acusada de manipular o Banco Central na venda de dólares.

A acusação foi oficializada esta sexta-feira pelo juiz federal Claudio Bonadio.

Para além de Cristina Fernandez, também o antigo ministro da economia, Axel Kicillof, e o presidente do banco central, Alejandro Vanoli, enfrentam acusações relacionadas com a administração danosa de bens públicos.

No centro da questão estão irregularidades na venda de dólares norte-americanos no mercado de futuros.

Cristina Fernandez é acusada de ter autorizado a venda de milhares de milhão de dólares do mercado de futuros antes de uma esperada desvalorização do peso argentino.

A decisão do juíz abre a porta a uma acusação formal.

No mês passado, após uma audiência no tribunal, Fernandez acusou o governo do seu sucessor, Mauricio Macri, de perseguição política.

Desde o levantamento dos controlos monetários em dezembro passado que a moeda argentina perdeu cerca de 30% do seu valor face ao dólar.