EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Síria: ONU quer que Damasco abra os céus à ajuda humanitária

Síria: ONU quer que Damasco abra os céus à ajuda humanitária
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A ajuda humanitária continua a chegar a conta gotas a apenas uma pequena parte das 592 mil pessoas sitiadas pela guerra na Síria.

PUBLICIDADE

A ajuda humanitária continua a chegar a conta gotas a apenas uma pequena parte das 592 mil pessoas sitiadas pela guerra na Síria.

Cinco camiões da ONU e do Crescente Vermelho distribuem desde ontem apenas medicamentos à povoação rebelde de Deraya, cercada pelo regime desde há quatro anos.

WATCH @UN convoy entering #besieged town of #Daraya#Syria for the 1st time in years w/ @UN@ICRC_sy@SYRedCrescentpic.twitter.com/Cb7H35vRPQ

— OCHA Syria (@OCHA_Syria) June 1, 2016

Uma ajuda insuficiente para a população local e a ONU que apelam a Damasco que autorize a distribuição de ajuda por via aérea.

Segundo o vice-enviado da ONU para a Síria, Ramzy E. Ramzy:

“É necessário obter a autorização do governo para garantir a segurança, mas pode não ser suficiente. Há outros grupos espalhados pela Síria que têm a capacidade de dificultar estas operações e isso tem de ser tomado em conta”.

A Rússia, aliada de Assad, tinha já largado mantimentos em Abril sobre as zonas sitiadas no leste da Síria.

Estados Unidos, Reino Unido e França convocaram uma reunião do Conselho de Segurança para sexta-feira, para exigir que Damasco cumpra o compromisso de autorizar a largada de mantimentos no início de Junho.

A ONU reconhece que apenas 4 das 19 cidades sitiadas poderiam ser reabastecidas por aviões, quando não dispõe de helicópteros para aceder às zonas mais remotas do país.

A oposição síria criticou, por seu lado, e em vídeo, as caravanas humanitárias que, nos últimos dias, têm conseguido aceder a algumas cidades sitiadas, classificando-as como “um remendo temporário”.

Its time for Int'l community to make a stand. Temporary fix isn't a solution#Syria#LetAidIn#Breakthesiege#Darayapic.twitter.com/dIMu6OdFMZ

— Syrian Coalition (@SyrCoalition) June 2, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Síria: Ajuda humanitária chega a cidades cercadas

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado