EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Protesto contra jornalistas e ativistas detidos na Turquia

Protesto contra jornalistas e ativistas detidos na Turquia
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Protesto contra a detenção de dois repórteres e uma ativista dos direitos humanos em Istambul.

PUBLICIDADE

Protesto contra a detenção de dois repórteres e uma ativista dos direitos humanos em Istambul.

Cerca de 200 pessoas desafiaram as autoridades. Na segunda-feira foram presos Erol Onderoglu, representante dos Repórteres Sem Fronteiras, Ahmet Nesin, autor, e Sebnem Korur Fincanci, médica, ativista dos direitos humanos.

A manifestação decorreu em frente ao jornal pró-curdo, Ozgur Gundem.

“A comunidade internacional devia de facto ver o nível que a liberdade de imprensa e os direitos humanos regrediu e concentrar-se sobre esta situação. A sociedade turca e os poderes democráticos deste país estão isolados. Talvez seja possível quebrar este isolamento com pressão e mensagens de solidariedade de todo o mundo”, explica Gunay Aksoy, editora do jornal.

Os três detidos aderiram ao evento de 50 outras pessoas para serem editores convidados do jornal.

O periódico, pró-curdo, que já antes tinha publicado artigos de comandantes do PKK, enfrentou dezenas de investigações e outros editores estão mira das autoridades.

O PKK é considerada uma organização terrorista pela União Europeia e os Estados Unidos.

A Turquia está no 151º lugar de um ranking de 180 nações no índice de liberdade de imprensa da Repórteres sem Fronteiras.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líderes dos rivais regionais Grécia e Turquia reúnem-se para estreitar relações

Responsáveis da discoteca que ardeu em Istambul detidos para interrogatório

Incêndio em discoteca de Istambul faz dezenas de mortos