EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Assad garante haver países a negociar com a Síria às escondidas dos EUA

Assad garante haver países a negociar com a Síria às escondidas dos EUA
Direitos de autor 
De  Francisco Marques com SBS, reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Presidente da Síria, Bashar al-Assadd, garante que há países a criticar o seu regime, mas que às escondidas dos Estados Unidos têm vindo a estabelecer negócios com…

PUBLICIDADE

O Presidente da Síria, Bashar al-Assadd, garante que há países a criticar o seu regime, mas que às escondidas dos Estados Unidos têm vindo a estabelecer negócios com Damasco. A revelação faz parte de uma entrevista exclusiva de Assad à estação de televisão australiana SBS, registada na última semana e difundida sexta-feira à noite pelo canal.

“De facto, esta é dupla forma de estar em geral do Ocidente. Por um lado, atacam-nos em termos políticos e, por outro, vem negociar connosco debaixo da mesa, em especial a segurança. Incluindo o governo australiano, todos fazem o mesmo. Não querem criar atritos com os Estados Unidos. De facto, os responsáveis ocidentais apenas repetem o que os Estados Unidos querem que eles digam. Isto é a realidade”, afirmou Assad.

Meet the man at the centre of the conflict in an exclusive interview with the Syrian President Bashar al-Assad, 7.30https://t.co/42oVF0ZOHH

— SBS Australia (@SBS) 1 de julho de 2016

Ao mesmo tempo que a entrevista era emitida, nas regiões sírias de Latakia e Aleppo prosseguiram os combates entre forças fiéis ao regime de Assad e os grupos rebeldes da oposição.

De Latakia, chegam-nos, por exemplo, relatos da retomada pelos rebeldes do controlo da cidade costeira de Kansaba perdida em fevereiro para as forças fiéis ao regime.

Há também a notícia de um avião das forças armadas fiéis a Assad se ter despenhado a nordeste de Damasco, com o piloto a ejetar-se. O regime alega que foi um acidente devido a problemas técnicos. Os rebeldes garantem o abate do aparelho e acusam a Frente al-Nusra, grupo com com ligações à Al- Qaida, de ter assassinado o piloto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente sírio visita tropas no terreno

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado