A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Alegado recrutador de grupo terrorista mata quatro polícias no Quénia

Alegado recrutador de grupo terrorista mata quatro polícias no Quénia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um alegado recrutador do grupo terrorista somali al Shabaab matou pelo menos quatro polícias quenianos na esquadra de polícia onde estava detido, depois de ter tirado a arma a um agente.

Acabou por ser morto pela força de elite do Quénia, depois de ter feito reféns outros prisioneiros quando a polícia rodeou a esquadra de polícia de Kapenguria, no oeste do país.

Um dos elementos da polícia de elite ficou ferido.

O grupo terrorista al Shabaab lançou uma série de ataques contra o Quénia nos últimos anos, usando recrutadores locais. Os militantes dizem que os ataques têm como objetivo a retirada das forças quenianas da Somália, onde integra uma força africana que combate o al Shabaab.