Reino Unido: Tribunal condena a prisão perpétua somali que tentou degolar passageiro no metro

Reino Unido: Tribunal condena a prisão perpétua somali que tentou degolar passageiro no metro
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um tribunal britânico condenou a prisão perpétua o homem que, em 2015, tentou degolar um passageiro no metro de Londres.

PUBLICIDADE

Um tribunal britânico condenou a prisão perpétua o homem que, em 2015, tentou degolar um passageiro no metro de Londres.

Muhaydin Mire, de 30 anos e originário da Somália, disse que tentou esfaquear o músico Lyle Zimmerman, de 56 anos, “pelos irmãos sírios”.

O tribunal emitiu a sentença, esta segunda-feira, depois de um júri ter considerado, em junho, o homem como culpado.

Mire sofre de esquizofrenia e vai cumprir a pena no hospital psiquiátrico de alta segurança de Broadmoor, onde já se encontra detido para tratamento.

O somali terá de cumprir um mínimo de oito anos e meio. Após esse período pode pedir uma libertação antecipada.

O ataque ocorreu a 5 de dezembro de 2015 na estação de metro de Leytonstone, em Londres.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Girafa de espécie rara sai à rua pela primeira vez no Zoo de Chester

Rei Carlos III volta a aparecer em público na missa de Páscoa

Imprensa russa anuncia falsa morte do rei Carlos III