Partido Socialista diz "não" a Rajoy e prolonga impasse político em Espanha

Partido Socialista diz "não" a Rajoy e prolonga impasse político em Espanha
De  Pedro Sacadura com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Entre apertos de mão selados pela força das circunstâncias, o presidente do Governo Espanhol em funções, Mariano Rajoy, disse que se a recusa do Partido Socialista em deixar passar a sua investidura p

PUBLICIDADE

Entre apertos de mão selados pela força das circunstâncias, o presidente do Governo Espanhol em funções, Mariano Rajoy, disse que se a recusa do Partido Socialista em deixar passar a sua investidura persistir haverá terceiras eleições legislativas.

Esta terça-feira, Rajoy esteve reunido no Congresso dos Deputados com o líder dos socialistas, Pedro Sanchéz, mas o encontro terminou sem entendimento e traduziu-se num aviso, em tom de alarme.

“É urgente formar Governo. Não é fazer um debate. É urgente que ninguém bloqueie a possibilidade de formar Governo e com um ‘não’ mantém-se o impasse. Isso conduz-nos a novas eleições”, lembrou Rajoy.

Na resposta, o líder dos socialistas, Pedro Sanchéz deixou antever um futuro tenso: “Se ninguém quer fazer um pacto com Mariano Rajoy o problema e a responsabilidade serão de Mariano Rajoy, não das restantes formações políticas. Como líder de um partido de esquerda o que peço a Rajoy e ao conjunto de forças políticas conservadoras que há na Câmara é que as direitas tentem chegar a um acordo porque a esquerda não vai apoiar a direita.”

A maratona negocial de Mariano Rajoy, que procura apoios para formar Governo, prossegue esta quarta-feira com um encontro com o líder do Ciudadanos, Albert Rivera. A formação foi a quarta força política mais votada nas eleições de 26 de junho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023

Vinícius Júnior, jogador do Real Madrid, não conseguiu conter as lágrimas ao falar de racismo

Tribunal suspende bloqueio do Telegram em Espanha