EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Clinton e Trump trocam acusações de olhos postos nas minorias

Clinton e Trump trocam acusações de olhos postos nas minorias
Direitos de autor 
De  Lurdes Duro Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A candidata democrata na corrida à Casa Branca acusa o adversário republicano de fomentar o racismo nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

A candidata democrata na corrida à Casa Branca acusa o adversário republicano de fomentar o racismo nos Estados Unidos.

Hillary Clinton lidera nas sondagens com 51 por cento das intenções de voto e está, agora, a 10 pontos de distância de Donald Trump.

No Estado do Nevada, Clinton voltou a seduzir as minorias evocando os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

“Olhem para a fabulosa equipa olímpica que representou os Estados Unidos, Ibtihaj Muhammad, uma afro-americana muçulmana de Nova Jérsia que conquistou a medalha de bronze na esgrima com elegância e habilidade. Teria ela lugar no país de Donald Trump?” pergunta Clinton.

If Donald Trump doesn’t respect all Americans, how can he serve all Americans? https://t.co/Sp8nKxlocd

— Hillary Clinton (@HillaryClinton) August 25, 2016

O candidato republicano que continua à procura de rumo para a campanha eleitoral deixou de atacar as minorias e passou a concentrar-se em Clinton que acusa de ter traído a comunidade afro-americana.

“Os afro-americanos têm sido maltratados pelos bancos deste país. Quando se é afro-americano é muito difícil conseguir um empréstimo. Eu quero mudar isso porque é algo que preocupa muita gente” refere Trump.

So many in the African-American community are doing so badly, poverty and crime way up, employment and jobs way down: I will fix it, promise

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) August 25, 2016

A onze semanas das eleições presidenciais nos Estados Unidos, o candidato republicano opta por um discurso mais temperado e até já diz que não pretende deportar os 11 milhões de imigrantes que entraram nos Estados Unidos sem documentos, sem antes separar o trigo do joio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidenciais norte-americanas: O que revela a linguagem corporal de Donald Trump?

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"