Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Brasil: Senado destitui Roussell sem lhe retirar direitos políticos

Brasil: Senado destitui Roussell sem lhe retirar direitos políticos
Tamanho do texto Aa Aa

Dilma Rousseff perdeu definitivamente a presidência do Brasil, mas não é impedida de exercer cargos públicos.

O Senado validou a destituição de Rousseff, com os votos favoráveis de 61 senadores; apenas 20 votaram contra.

Mas a chefe de Estado destituída mantém os direitos políticos. O presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, tinha aceite a separação das duas questões, o que originou uma segunda votação favorável a Rousseff já que, com apenas 42 votos a favor – menos do que os dois terços dos 81 deputados exigidos -, significa que a ex-presidente se mantêm habilitada a desempenhar funções públicas.

Na sequência da destituição de Rousseff, o chefe de Estado interino Michel Temer assume definitivamente hoje a presidência do Brasil.