EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Síria: EUA e Rússia elaboram plano conjunto para um cessar-fogo

Síria: EUA e Rússia elaboram plano conjunto para um cessar-fogo
Direitos de autor 
De  Miguel Roque Dias com REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os EUA e a Rússia chegaram a um acordo para um cessar-fogo na Síria.

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos da América e a Rússia chegaram a um acordo para um cessar-fogo na Síria, que deve iniciar-se já na próxima segunda-feira.

O plano conjunto prevê a suspensão de todas as operações de combate, incluindo os bombardeamentos aéreos contra os jihadistas e a ajuda à população síria.

U.S., Russia clinch Syria cooperation deal: https://t.co/c1ZrS8zcVgpic.twitter.com/Z7Rrt1Fnva

— Reuters Top News (@Reuters) September 9, 2016

O anúncio foi feito em Genebra, na Suíça, pelos chefes da diplomacia russa e norte-americana.

“Se o plano for executado de boa-fé, se as partes interessadas fizerem as coisas que estão ao seu alcance, e que se lhes pede que façam, este pode ser um momento em que os esforços multilaterais na mesa diplomática, nas negociações, podem, de facto, assegurar a transição ao povo Sírio”, declarou o secretário de Estado dos EUA, John Kerry.

Já o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, informou que “estamos a criar um centro partilhado de operações, onde militares e forças especiais da Rússia e dos Estados Unidos irão tratar questões práticas como separar os terroristas e a oposição moderada. Vamos, ainda, coordenar os ataques conjuntos das forças aéreas russas e norte-americana, contra os terroristas”.

Antes da conferência de imprensa, e enquanto decorriam as negociações, o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, num ato de boa disposição, visitou a sala de imprensa e ofereceu aos jornalistas piza e vodca.

Na conferência, John Kerry referiu que o plano é uma oportunidade para colocar fim ao conflito sírio que desde o início, em 2011, provocou mais de 290 mil mortos e milhões de deslocados.

“I tell them we are people just like you” Mustafa, 14, adjusts to life in #Germany after #Syriahttps://t.co/NGpzp8olg8#ChildrenUprooted

— UNICEF (@UNICEF) September 9, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA e Rússia ultimam acordo de cooperação no conflto da Síria

Três turistas espanhóis mortos a tiro no Afeganistão

Ataque terrorista de Moscovo: tribunal rejeita recurso de um dos suspeitos