Última hora
This content is not available in your region

Filipino Lav Diaz vence festival de Veneza, ator português Nuno Lopes recompensado na secção Horizonte

euronews_icons_loading
Filipino Lav Diaz vence festival de Veneza, ator português Nuno Lopes recompensado na secção Horizonte
Tamanho do texto Aa Aa

Lav Diaz foi o grande vencedor do Festival de Cinema de Veneza. O realizador filipino arrecadou o Leão de Ouro pelo filme “The Woman Who Left” e dedicou o prémio ao povo filipino.

“Dedico este prémio ao meu país, ao povo filipino, à nossa luta pela humanidade, muito obrigada”, disse Lav Diaz. “The Woman Who Left” conta a história de uma mulher que procura vingar-se depois de ter passado trinta ano na prisão por um crime que não cometeu.

O Leão de Prata foi atribuido a dois realizadores: o cineasta russo Andrei Konchalovsky e o mexicano Amat Escalante. “Paradise” de Konchalovsky retrata o Holocausto durante a segunda guerra mundial através do percurso de três personagens, uma aristocrata russa que integra a resistência francesa, um apoiante francês do regime nazi e um militar alemão. O filme do mexicano Amat Escalante retrata as dificuldades relacionais de um casal.

Tom Ford arrecadou o grande prémio do júri com o thriller “Nocturnal Animal” enquanto Emma Stone venceu o prémio de melhor atriz pelo desempenho em “ La La Land”, numa edição que recompensou também o ator Nuno Lopes. O artista português de 38 anos foi distinguido, na secção Horizontes do Festival de Veneza, pelo desempenho em “São Jorge”, um filme sobre a crise financeira em Portugal realizado por Marco Martins.