Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Rússia nega autoria de ataque informático à Agência Mundial Antidoping

Rússia nega autoria de ataque informático à Agência Mundial Antidoping
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ataque informático à base de dados da Agência Mundial Antidoping irá obrigar o Comité Olímpico Internacional a mostrar os seus dotes na área da diplomacia para evitar uma guerra fria no desporto.

Os nomes divulgados pertencem todos a atletas norte-americanas e o ataque é visto como uma resposta da Rússia à suspensão de que foi alvo para os Jogos Olímpicos, uma teoria fortemente contestada por Vitaly Mutko:

“Como é que conseguem provar que os piratas informáticos são russos? Podem culpar a Rússia por tudo, somos sempre os maus. Eu não sei, não tenho essa informação. Também estamos preocupados porque também têm acesso a dados de atletas russos e também podemos ser vítimas.”

O ministro do desporto russo junta a sua voz aos que exigem uma resposta firme por parte das autoridades:

“A situação é má, toda esta informação, todos os dados pessoais devem ser protegidos. Na Rússia temos uma lei para isto. Alguém roubou essa informação, os responsáveis pelo ataque informático devem responder perante a justiça.”

Simone Biles, Serena e Venus Williams e Elena Delle Donne foram as desportistas que viram os seus dados pessoais expostos, o grupo responsável pelo ataque garante que isto se trata apenas do início.