'Antiga' neonazi fala pela primeira vez em tribunal

'Antiga' neonazi fala pela primeira vez em tribunal
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A última sobrevivente conhecida de um grupo neonazi acusado de assassinatos racistas quebrou o silêncio.

PUBLICIDADE

A última sobrevivente conhecida de um grupo neonazi acusado de assassinatos racistas quebrou o silêncio.

Pela primeira vez desde 2013, a ser julgada no Supremo Tribunal Regional em Munique, Beate Zchaepe proferiu uma curta declaração.

Afirmou que se identificava com a ideologia neonazi, mas que agora “julga as pessoas pelo comportamento e não pela origem ou pela filiação política”.

“Estou arrependida”, declarou.

Beate Zschape arrisca a prisão perpétua.

Em dezembro negou, num texto lido pelo advogado, qualquer participação nos nove assassínios ocorridos entre 2000 e 2007. Mas admitiu uma responsabilidade “moral” por não ter sido capaz de “influenciar” os seus cúmplices já mortos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tiroteio na Alemanha: quatro mortos, incluindo uma criança. Suspeito é um militar e foi detido

Principal suspeito do rapto de Madeleine McCann volta a tribunal na Alemanha

Ataque à faca em escola da Alemanha faz quatro feridos, dois com gravidade