EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ucrânia: Líder militar pró russo, Arseniy Pavlov, assassinado

Ucrânia: Líder militar pró russo, Arseniy Pavlov, assassinado
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os rebeldes pró Rússia na Ucrânia oriental decretaram três dias de luto em homenagem ao líder militar Arseniy Pavlov, mais conhecido pelo nome de guerra “Motorola”, assassinado domingo em Donetsk, red

PUBLICIDADE

Os rebeldes pró Rússia na Ucrânia oriental decretaram três dias de luto em homenagem ao líder militar Arseniy Pavlov, mais conhecido pelo nome de guerra “Motorola”, assassinado domingo em Donetsk, reduto dos separatistas.

Os rebeldes acusaram Kiev pela explosão de um engenho no elevador do prédio em que Arseniy habitava.

Uma investigação está curso: “De momento estamos a realizar uma investigação que deve permitir descobrir não apenas quem ordenou o assassinato, e já temos uma pequena ideia, assim como os restantes assassinatos”.

A morte do líder rebelde de 33 anos foi amplamente divulgada pelos meios de comunicação estatais na Rússia.

Arseni Pavlov ficou conhecido por participar em grandes batalhas contra as forças da Ucrânia, no leste do país, em torno aeroporto de Donetsk, Slavjansk, Ilovaisk e Debaltseve.

Numa entrevista por telefone, publicado em abril 2015 Arseniy tinha confessado a morte de 15 soldados ucranianos capturadas pelas suas tropas. Estas declarações foram então denunciado pela Anmistia Internacional, que pediu uma investigação.

Arseniy Pavlov já tinha escapado a um ataque à bomba em junho, em Donetsk, de acordo com autoridades locais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos seis feridos em ataque aéreo russo a zona residencial de Kostiantynivka

Pelo menos seis feridos após ataque aéreo russo em zona residencial de Kharkiv

Ucrânia afirma ter atingido pela primeira vez um avião de combate russo Su-57