A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Holanda: Wilders clama inocência em fecho de julgamento por racismo

Holanda: Wilders clama inocência em fecho de julgamento por racismo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Geert Wilders nega ser racista e pede respeito pela liberdade de expressão.

No discurso de encerramento do seu julgamento, o deputado da extrema-direita holandesa reafirmou a inocência face às acusações de incitação ao ódio e pediu ao tribunal que não lhe retire “a única liberdade” que lhe resta, dizendo que vive há uma década “rodeado de medidas de segurança”.

Wilders é julgado pelas declarações feitas em 2014 durante as eleições municipais em Haia, quando prometeu uma Holanda com “menos marroquinos”.

O veredito é esperado para 9 de dezembro. A procuradoria pede a aplicação de uma multa de cinco mil euros.