Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Escândalo Volkswagen: CE avança contra sete Estados-membros

Escândalo Volkswagen: CE avança contra sete Estados-membros
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia anunciou, esta quinta-feira, que decidiu agir, com um procedimento de sanções, contra sete Estados-membros no âmbito do escândalo relacionado com da manipulação de emissões poluentes pela Volkswagen.

Da lista constam a Alemanha, Espanha, Grécia, Lituânia, Luxemburgo, Reino Unido e República Checa.

Em causa está o facto de vários Estados não terem sancionado a construtora depois de se descobrir a manipulação do desempenho dos motores de automóveis em termos de emissões de gases.

“Vários Estados-membros falharam na aplicação das sanções previstas na lei comunitária para dissuadir e desencorajar os fabricantes automóveis de violar a legislação. Outros falharam na aplicação de sanções, no caso específico da Volkswagen, onde ocorreu uma violação da lei ao serem usadas técnicas fraudulentas”, explicou a porta-voz do executivo comunitário para a Indústria, Lucía Caudet.

As autoridades nacionais dos Estados-membros são quem está encarregue da certificação e homologação dos veículos para serem comercializados no mercado único europeu.

Os Estados enumerados dispõem agora de sete meses para responder ao executivo comunitário.