EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Palestina: resolução das Nações Unidas pode ser futuro de independência

Palestina: resolução das Nações Unidas pode ser futuro de independência
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente palestiniano Mahmoud Abbas reagiu esta terça feira pela primeira vez em público à resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas contra os colonatos israelitas nos territórios ocupa

PUBLICIDADE

O presidente palestiniano Mahmoud Abbas reagiu esta terça feira pela primeira vez em público à resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas contra os colonatos israelitas nos territórios ocupados:

“Pensamos e acreditamos que a resolução das Nações Unidas estabelece uma base para Israel e o resto do mundo, em que se devem ter negociações baseadas nas resoluções e que não devem rejeitar a legitimidade internacional que foi claramente mencionada na resolução.”

A resolução crítica foi a primeira em mais de 36 anos e teve a ausência de veto dos Estados Unidos. Foi aprovada na sexta feira passada com 14 votos e a abstenção dos Estados Unidos, requer o fim da construção de colonatos israelitas.
Abbas declarou ainda esperar que a conferência do Médio Oriente, no dia 15 de janeiro em Paris, estabeleça um calendário para a independência.

Benjamin Netanyahu, primeiro ministro de Israel, já declarou que o seu governo não pode e não aceitará a decisão.

Uma reacção intempestiva à resolução, que mina a posição israelita na disputa com a comunidade internacional sobre o futuro da Cisjordânia e Jerusalém.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líder da Autoridade Palestiniana acusa Israel de "genocídio" diante de Blinken

"All eyes on Rafah": milhões de pessoas partilham imagens de IA nas redes sociais após os massacres em acampamento

Cronologia: Que países reconheceram o Estado palestiniano? Quando e porquê?