A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Camionista polaco morto por Anis Amri foi a enterrar

Camionista polaco morto por Anis Amri foi a enterrar
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foi a enterrar, esta sexta-feira, o camionista polaco do camião TIR que foi desviado por Anis Amri, o autor do ataque terrorista num mercado de Natal em Berlim, a capital alemã.

O Presidente polaco esteve presente na cerimónia.

Sabe-se agora que, para além de esfaqueado, Lukasz Urban, que tinha 37 anos, foi baleado na cabeça, provavelmente horas antes de Amri conduzir o seu camião em direção das pessoas que passeavam no mercado.

Os restos mortais de Urban repousam na sua cidade Natal Banie.

À hora em que decorria o funeral centenas de camionistas buzinavam por todo o país em sinal de homenagem ao colega morto a 19 de dezembro. Muitos deles viajaram até Banie para o último adeus a Urban.

O atentado conduzido por Anis Amri, em Berlim, matou 13 pessoas e feriu 48. Não fez mais vítimas porque o sistema de travagem do camião o impediu.

Amri conseguiu fugir da Alemanha. Acabou morto, pela polícia, em Itália.