EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Marine Le Pen promete devolver a soberania a França e virar costas à UE

Marine Le Pen promete devolver a soberania a França e virar costas à UE
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Devolver a soberania a França é a primeira promessa de Marine Le Pen no seu longo caderno de compromissos, 144.

PUBLICIDADE

Devolver a soberania a França é a primeira promessa de Marine Le Pen no seu longo caderno de compromissos, 144.

Se chegar ao poder a primeira “batalha” propõe-se travá-la contra a União Europeia. Quer uma restruturação do grupo dos, ainda 28, mas se a UE não quiser aceitar as suas condições a saída será a solução:

“Ela vai dizer-lhes: “Fui mandatada pelo povo, quero recuperar a soberania que nos roubaram, em termos monetários, orçamentais, territoriais – as nossas fronteiras, e legislativos, para que as leis francesas estejam acima do Direito Europeu. Se Bruxelas disser sim mudamos, completamente, a Europa e, depois de um referendo, poderemos dizer que permanecemos porque já não é uma União Europeia, mas uma Europa de Nações livres e soberanas ou, se a Europa disser não, diremos, em referendo, “vamos abandonar a União Europeia”“.

“A União Europeia é um fracasso”, afirmou Le Pen. Para os seus seguidores o exemplo do Reino Unido, com a saída da UE, abre, talvez, uma porta para um, possível, futuro melhor:

“É preciso que França saia como fez o Reino Unido, desde já do Euro, que só nos fez perder. Foi uma catástrofe quando comparado com o franco. E mesmo os acordos de Schengen foram uma catástrofe”, afirmou uma apoiante da candidata da extrema-direita.

“O Reino Unido devia afundar-se e ainda está lá, aparentemente, está melhor economicamente. Aparentemente, ainda não chegaram à ruína. Os ingleses é que sabem!” – Diz outro apoiante.

Le Pen promete sair da NATO, conter a imigração, em especial de muçulmanos, “erradicar o terrorismo”, mas a primeira guerra chamam-lhe “Frexit”.

“Depois do Brexit os partidários de Le Pen acreditam, mais do que nunca, num possível “Frexit”. Porque a vitória, para eles, nunca lhes pareceu tão possível. A Europa, febril, não pode fazer mais do que esperar o resultado destas incertas eleições presidenciais”, diz a enviada da euronews ao comício de Le Pen, em Lyon, Anne Devineaux.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Eu defendo as paredes estruturais da nossa sociedade", Marine Le Pen

Três feridos em ataque à faca no metro de Lyon

Macron desloca-se à Nova Caledónia para tentar pôr termo à violência no arquipélago