EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Trump recorre de decisão de juiz de suspender decreto migratório

Trump recorre de decisão de juiz de suspender decreto migratório
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A administração Trump apresentou um recurso na Justiça contra a decisão de um juiz federal que suspendeu o decreto presidencial que proibia a entrada nos Estados Unidos de cidadãos de sete países…

PUBLICIDADE

A administração Trump apresentou um recurso na Justiça contra a decisão de um juiz federal que suspendeu o decreto presidencial que proibia a entrada nos Estados Unidos de cidadãos de sete países muçulmanos.

Entretanto, o governo norte-americano foi obrigado a voltar atrás com as restrições e reatribuir vistos a pessoas vindas do Irão, Iraque, Somália, Sudão, Iémen e Síria. Vários aeroportos dos Estados Unidos virão assim chegar novamente cidadãos dos países em questão, que aproveitaram a janela de oportunidade, enquanto está “aberta”.

No aeroporto de Dulles, na Virginia, um homem explica que é “um médico sírio, mas também cidadão dos Estados Unidos” e acrescenta que outros, como ele, são “uma parte produtiva da sociedade norte-americana. Este tipo de ordem indiscriminada afeta muitas pessoas e não vai deixar os norte-americanos mais seguros”.

Trump tem usado a rede social Twitter para multiplicar críticas contra o juiz federal de Seattle James Robart, que suspendeu temporariamente o decreto do presidente, a nível nacional.

Mas a decisão do magistrado tem sido felicitada por muitos, dentro e fora do país e mesmo no próprio campo republicano, que têm protestado vivamente contra a polémica medida do novo ocupante da Casa Branca.

Este sábado, Trump foi visado por novas manifestações, em Washington, Nova Iorque e Miami, bem como do outro lado do Atlântico, em Paris, Berlim ou Londres.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Centenas de pessoas protestam contra Donald Trump

Trump promete combater suspensão de proibição de entrada de pessoas de países muçulmanos

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão