Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Ex-patrão do FMI Rodrigo Rato condenado a quatro anos e meio de prisão

Ex-patrão do FMI Rodrigo Rato condenado a quatro anos e meio de prisão
Tamanho do texto Aa Aa

O antigo diretor-geral do Fundo Monetário Internacional Rodrigo Rato foi condenado a quatro anos e meio de prisão por apropriação indevida do património de dois bancos espanhóis aos quais presidia entre 2010 e 2012. O ex-ministro da Economia e antigo vice-presidente do governo espanhol foi considerado culpado do crime de peculato, quando dirigia a Caja Madrid e o Bankia, numa altura em que as duas entidades bancárias se encontravam em dificuldades.