EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ator Bill Paxton morre aos 61 anos

Ator Bill Paxton morre aos 61 anos
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ator norte-americano Bill Paxton, conhecido pela sua participação em filmes como “Apollo 13”, “Aliens” ou “Titanic”, morreu, aos 61 anos, vítima de complicações após uma cirurgia, anunciou a família

PUBLICIDADE

O ator norte-americano Bill Paxton, conhecido pela sua participação em filmes como “Apollo 13”, “Aliens” ou “Titanic”, morreu, aos 61 anos, vítima de complicações após uma cirurgia, anunciou a família este domingo.

The stories that prove Bill Paxton was one of the nicest guys in Hollywood https://t.co/7kZ8N4R937pic.twitter.com/06QLOc1dZ5

— VANITY FAIR (@VanityFair) February 26, 2017

“Um marido e pai dedicado, Bill começou a sua carreira em Hollywood a trabalhar em departamentos de arte e depois passou para uma carreira ilustre que abrangeu quatro décadas como um reconhecido e prolífico ator e cineasta”, referiu a família em comunicado.

“Jo, things go wrong. You can’t explain it, you can’t predict it.” RIP Bill Paxton … pic.twitter.com/dUE4khGNWg

— Jennifer McDermed (@McDermedKMBC) February 26, 2017

Entre outros sucessos do ator, oriundo do Estado do Texas, constam filmes como “O Exterminador Implacável” e “Twister – Tornado”.

Bill Paxton has been killed off by Alien, Predator and Terminator #FunFact#RIPpic.twitter.com/xKrdTGSL7H

— Drunk Superman™ (@DrunkSuperman_) February 26, 2017

Bill Paxton foi nomeado três vezes para os prémios Golden Globes pelo seu desempenho na série televisiva, “Big Love”, e ganhou um Emmy pela participação na míni-série “Hatfields and McCoys”, na qual contracenou com Kevin Costner.

Here’s how Hollywood is reacting to Bill Paxton’s death https://t.co/E6OEAnLJDkpic.twitter.com/toQg312xjX

— BuzzFeed (@BuzzFeed) February 26, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos