EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Contas do Twitter de várias organizações pirateadas por alegados partidários de Erdogan

Contas do Twitter de várias organizações pirateadas por alegados partidários de Erdogan
Direitos de autor 
De  Patricia Tavares
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Contas do Twitter de várias organizações hackeadas. Piratas publicam mensagens que acusam a Alemanha e os Países Baixos de nazismo.

PUBLICIDADE

A rede social Twitter foi atacada por hackers.
Várias contas foram invadidas, alegadamente, por partidários do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

As contas da Amnistia Internacional e da Unicef estão entre as vítimas. A mensagem publicada demonstra hostilidade relativamente aos Países Baixos e à Alemanha e um franco apoio ao presidente turco.

Os atacantes também piratearam contas de outras marcas, personalidades, meios de comunicação e até mesmo de universidades.

As mensagens publicadas incluem a frase: “Encontramo-nos a 16 de abril” – a data do referendo na Turquia que pretende dar mais poderes ao Presidente e um vídeo com um discurso Erdogan, no qual diz: “se morrermos, morreremos como homens”.

Este ataque digital acontece depois da Alemanha ter cancelado alguns comícios no país e dos Países Baixos terem barrado a entrada a ministros turcos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Holanda: Três culpados pelo envolvimento no homicídio do jornalista Peter R. de Vries

Como tornar a Europa mais segura? Foi o tema do grande debate nos Países Baixos que votam hoje

Partidos de direita chegam a acordo sobre nova coligação nos Países Baixos