Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Google: Empresas norte-americanas suspendem publicidade

Google: Empresas norte-americanas suspendem publicidade
Tamanho do texto Aa Aa

Grupos norte-americanos como Johnson&Jonhson, Verizon e AT&T suspenderam as publicidades no Google e no YouTube, à semelhança do que aconteceu com outras empresas no Reino Unido nos últimos dias.

Os anunciantes temem que as suas publicidades sejam associadas a vídeos com conteúdos ofensivos, devido ao sistema automático de gestão de espaços publicitários usado pelo gigante norte-americano.

Google pediu desculpas e prometeu rever as práticas publicitárias, mas para a empresa é um golpe.

No ano passado, as receitas publicitárias do YouTube a nível mundial ultrapassaram os 5,5 mil milhões de dólares, de acordo com a empresa eMarketer.