Supremo Tribunal venezuelano decide não controlar poderes legislativos do parlamento

Supremo Tribunal venezuelano decide não controlar poderes legislativos do parlamento
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) da Venezuela anulou a decisão que lhe permitia assumir os poderes legislativos da Assembleia Nacional, controlada pela oposição ao presidente Nicolas…

PUBLICIDADE

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) da Venezuela anulou a decisão que lhe permitia assumir os poderes legislativos da Assembleia Nacional, controlada pela oposição ao presidente Nicolas Maduro.

A decisão daquela que é a mais alta instância judicial do país, de assumir os poderes do parlamento, e de privar os deputados da sua imunidade, favorecia o chefe de Estado venezuelano mas foi alvo de pressão a nível internacional. União Europeia, EUA e Nações Unidas reprovavam a decisão.

A pressão internacional e interna levaram o Conselho de Segurança Nacional a reunir-se, na noite de sexta-feira, e a decidir “exortar” o Supremo Tribunal a “rever as decisões” para “manter a estabilidade institucional e o equilíbrio de poderes”.

O descontentamento, chegou às ruas de Caracas, na sexta-feira. Várias pessoas acabaram detidas enquanto a polícia tentava reprimir os protestos. Entre os jornalistas houve quem visse a sua câmara apreendida pelas forças da ordem.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Venezuela: Presidente pede a ST que reveja decisão que esvazia os poderes do Parlamento

Países da América do Sul exigem restabelecimento da "ordem democrática" na Venezuela

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles