EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Putin: "Vamos fazer o possível para determinar o que aconteceu"

Putin: "Vamos fazer o possível para determinar o que aconteceu"
Direitos de autor 
De  Euronews com EFE, REUTERS, LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente russo, Vladimir Putin, encontrava-se em São Petersburgo no momento em que ocorreram as explosões no metro.

PUBLICIDADE

O presidente russo, Vladimir Putin, encontrava-se em São Petersburgo no momento em que ocorreram as explosões no metro. Na altura, estava reunido com o homólogo bielorrusso, Alexander Lukashenko.

A partir da segunda cidade russa, Vladimir Putin enviou as condolências às famílias das vítimas e desejos de recuperação rápida aos feridos.

O chefe de Estado russo adiantou: “Já falei com os chefes dos serviços especiais, com o diretor do serviço de segurança interna e com as autoridades judiciais. Os serviços especiais estão a trabalhar. Vamos fazer todo o possível para determinar o que aconteceu”.

As autoridades não descartam nenhuma pista, incluindo a do terrorismo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Explosão intencional abateu avião de Prigozhin, dizem os serviços secretos dos EUA

Explosão em bomba de gasolina mata dezenas de pessoas no Daguestão

Dezenas de feridos em explosão em armazém de pirotecnia perto de Moscovo