EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

A Suécia não esquece as vítimas do ataque de Estocolmo

A Suécia não esquece as vítimas do ataque de Estocolmo
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As flores lembram os que morreram e os que ainda lutam pela recuperação nos hospitais.

PUBLICIDADE

As flores lembram os que morreram e os que ainda lutam pela recuperação nos hospitais.

A Suécia tenta regressar à normalidade mas o ataque de sexta-feira não é esquecido.

Milhares de pessoas prestam um tributo às vítimas no local onde aconteceu o ataque no centro de Estocolmo.

“Foi um verdadeiro choque. Conheço muitas pessoas estiveram muito perto de serem atropeladas pelo camião. Para mim, foi um fim de semana muito emotivo, muito emocional”, diz um homem.

“Uma semana antes tinha dito que era uma questão de tempo até isto acontecer na Suécia. Para algumas pessoas a Suécia tornou-se uma espécie de símbolo dos valores da paz e da resolução de conflitos. Mas eu pensei que era uma questão de tempo até isto acontecer aqui na Suécia”, explica um outro cidadão.

With love from Stockholm ❤ pic.twitter.com/mb9IsApEtF

— Hewa Abdelzadeh (@HiwaAbdelzadeh) April 9, 2017

O mal não tem cor ou religião e os suecos, conhecidos por serem tolerantes e liberais têm sido um dos povos mais abertos ao acolhimento de migrantes.

Mas alguns começam a questionar a política seguida pelo país de quase 10 milhões de habitantes que em 2015 resultou em mais de 160 mil pedidos de asilo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O futuro da Europa: dos combustíveis fósseis à dependência dos metais?

ABBA World, uma nova exposição em Malmö

Suécia passa a permitir mudança de género a partir dos 16 anos