Última hora

Suspeito de ataque de Estocolmo confessa em tribunal

Suspeito de ataque de Estocolmo confessa em tribunal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Confissão e prisão preventiva para o suspeito do ataque de Estocolmo. Rakhmat Akilov, candidato a asilo do Uzbequistão na Suécia, reconheceu em tribunal, através do seu advogado, ter cometido um ato terrorista.

A audiência durou cerca de hora e meia e ficou determinado que o uzbeque de 39 anos, auto confesso militante do grupo Estado Islâmico, vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

Não está excluída a hipótese de existirem cúmplices.

“Nós vamos fazer o que for preciso para apanhar todos os responsáveis e colocá-los perante a justiça. Se existiram uma ou mais pessoas, é isso que estamos a investigar, esse é o nosso principal objetivo”, declarou o procurador sueco, Hans Ihrman.

No ataque na principal artéria pedonal da capital sueca quatro pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas.

Um segundo indivíduo, detido no âmbito da mesma investigação, ficou livre de suspeitas mas vai permanecer em custódia policial, já que tem pendente uma ordem de expulsão.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.