EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

México: Justiça detém sucessor de "El Chapo"

México: Justiça detém sucessor de "El Chapo"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A justiça mexicana deteve Dámaso López Núñez, considerado como o líder do cartel de Sinaloa e o sucessor de Joaquin “El Chapo” Guzmán, esta terça-feira, na Cidade do…

PUBLICIDADE

A justiça mexicana deteve Dámaso López Núñez, considerado como o líder do cartel de Sinaloa e o sucessor de Joaquin “El Chapo” Guzmán, esta terça-feira, na Cidade do México.

Segundo as autoridades, “El Licenciado”, como é conhecido, será extraditado para os Estados Unidos.

Mexico captures drug lord who succeeded El Chapo as head of Sinaloa cartel https://t.co/7wJ0ejjWNVpic.twitter.com/9w6jpVXlt6

— Univision News (@UnivisionNews) May 2, 2017

O Departamento do Tesouro norte-americano congelou os seus ativos, em 2013 e, no mesmo ano, foi indiciado, por um júri federal, por importar droga para os Estados Unidos, no valor de 280 milhões de dólares.

“Vale a pena notar que Dámaso N. foi detido provisoriamente, com o objetivo de extradição, pelo nono tribunal distrital de processos criminais federais da Cidade do México pelos crimes contra a saúde e branqueamento de capitais, pelos quais é procurado pela justiça, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos da América”, informou o diretor da Agência de Investigação Criminal, Omar Garcia Harfuch.

Após a prisão de “El Chapo”, e extradição para os Estados Unidos, em 2016, Núñez foi apontado como o sucessor para liderar o cartel de Sinaloa.

No entanto, uma disputa com os filhos de Guzmán pela liderança fez, já, mais de 500 mortes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Caça ao homem em França depois de emboscada a carrinha celular que matou dois guardas prisionais

Violência policial aumenta em Amsterdão durante protestos pró-Palestina

Vários detidos na Geórgia em protestos contra prisão de blogger