A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Irão/Presidenciais: Entre a moderação e o conservadorismo

Irão/Presidenciais: Entre a moderação e o conservadorismo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Começou a contagem de votos no Irão.
As urnas encerraram por volta da meia-noite, muito depois do previsto, devido à elevada participação. Cerca de 70% dos 56 milhões de iranianos inscritos votaram para eleger o presidente da república.

Os primeiros resultados devem ser conhecidos durante a tarde de sábado.
Os dois principais candidatos ao cargo são o atual presidente, o moderado Hassan Rohani, e o clérigo conservador Ebrahim Raisi.

“Talvez nenhum dos candidatos cumpra os parâmetros, mas nós votamos para manter a democracia e a liberdade no país”, partilha uma iraniana.

Rohani é apontado como o favorito. Assumiu a presidência em 2013 e conseguiu quebrar o isolamento do país, alcançando um histórico acordo nuclear, em 2015.


O principal rival, o conservador Ebrahim Raisi é diretor de uma organização de caridade e é considerado próximo do líder supremo, o aiatola Ali Khamenei.