EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Jovem queimado vivo durante protesto em Caracas

Jovem queimado vivo durante protesto em Caracas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

Um jovem de 22 anos foi queimado vivo, este domingo, durante mais um protesto da oposição venezuelana, em Caracas. As versões divergem entre o governo, que afirma ser um apoiante do regime, e manifestantes, que dizem tratar-se de um ladrão, mas o que é certo é que o presidente Nicolás Maduro aproveitou a ocasião para atacar os opositores:

“Nunca se viu atear fogo a uma pessoa, como fazem os terroristas do Estado Islâmico, no Médio Oriente. Que uma pessoa seja queimada viva, agredida e esfaqueada quatro vezes, praticamente linchada porque alguém gritou que era um ‘chavista’, ou porque outra gritou que a estava a roubar.”

O jovem encontra-se hospitalizado, com queimaduras em 80 por cento do corpo.

As manifestações quotidianas contra o regime de Maduro prolongam-se desde o dia 1 de abril e têm degenerado cada vez mais em violência. Segundo os números oficiais, 48 pessoas perderam a vida desde o início da crise.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guiana: Presidente venezuelano assume controlo da exploração de crude e gás da região de Essequibo

Mega-operação para retomar controlo de prisão

Requerentes de asilo em Dublin queixam-se de tratamento “desumano”por parte do Governo