EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Mulher de Leopoldo López diz que opositor "jamais negociará libertação"

Mulher de Leopoldo López diz que opositor "jamais negociará libertação"
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mulher de Leopoldo López, Lilian Tintori, assegura que o líder da oposição venezuelana "jamais negociará a libertação." A prisão domiciliária para López foi um dos temas discutidos durante a visita do antigo chefe de Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, à prisão militar de Ramo Verde.

PUBLICIDADE

Com a vaga de protestos em Caracas como pano de fundo, a mulher de Leopoldo López, Lilian Tintori, assegura que o líder da oposição venezuelana “jamais negociará a libertação.” A prisão domiciliária para López foi um dos temas discutidos durante a visita do antigo chefe de Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, à prisão militar de Ramo Verde, no estado venezuelano de Miranda.

Acusado de incitar à violência, Leopoldo López apareceu recentemente num vídeo em que faz a apologia dos protestos pacíficos: “Apelo a toda a Venezuela e aos venezuelanos que permaneçam nas ruas, com firmeza e determinação. Sempre de maneira pacífica, mas de forma permanente. A luta não pode terminar até conseguirmos a vitória. O protesto tem de acontecer em todos os lugares, em toda a parte, a toda a hora. Só assim conseguiremos conquistar a liberdade e a democracia.”

Os protestos prosseguem nas ruas de Caracas com vários episódios de violência. Desde o início de abril, a vaga de manifestações antigovernamentais que se vive no país provocou a morte de pelo menos 65 pessoas. Centenas ficaram feridas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guiana: Presidente venezuelano assume controlo da exploração de crude e gás da região de Essequibo

Mega-operação para retomar controlo de prisão

Líder da independência da Nova Caledónia comparece em tribunal devido aos tumultos