Última hora
This content is not available in your region

Incêndio na Torre Grenfell teve origem num frigorífico

Incêndio na Torre Grenfell teve origem num frigorífico
Tamanho do texto Aa Aa

O incêndio na torre Grenfell, que causou a morte a 79 pessoas, começou num frigorífico, e o revestimento exterior falhou os testes de segurança. Estas são as primeiras conclusões do inquérito ao incêndio no prédio de habitação em Londres, a 14 de junho último, avançadas pela polícia, e que estão a ser noticiadas pelos media britânicos.

As autoridades britânicas falam também num equipamento “defeituoso”. Além disso, o isolamento e o revestimento do edifício falharam todos os testes de segurança, de acordo com a superintendente Fiona McCormack, da polícia metropolitana de Londres.

“Estamos a examinar o frigorífico congelador e estamos a trabalhar com o departamento de energia, negócios e estratégia industrial que por sua vez está a trabalhar com a marca Hotpoint sobre a segurança daquele frigorífico. Sabemos que este incêndio não foi iniciado deliberadamente. Sabemos também que este frogorífico nunca foi sujeito a uma recolha. Vamos continuar as investigações”, adiantou a detetive superintendente, Fiona McCormack.

As autoridades afirmam que o incêndio provocou 79 mortos tendo destruído 151 apartamentos.

Testes realizados com o material de revestimento exterior não cumpriram os padrões vigentes de segurança. A polícia afirma que vai considerar acusações de homicídio involuntário.

O equipamento defeituoso, um frigorífico da marca “Hotpoint”, teria estado na origem do sinistro. A marca já anunciou estar a colaborar com as autoridades nas investigações.