Michel Temer acusa procurador brasileiro de "vingança"

Michel Temer acusa procurador brasileiro de "vingança"
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na segunda-feira, o procurador-geral da República do Brasil, Rodrigo Janot, apresentou ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva.

PUBLICIDADE

Michel Temer tornou-se no primeiro chefe de Estado brasileiro no cargo a ser denunciado por um crime comum, mas o Presidente não se deixa intimidar.

Numa declaração ao país, esta terça-feira, falou de “ficção” e de “vingança” para descrever a acusação de alegada corrupção passiva apresentada no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República do Brasil, Rodrigo Janot.

“Fui denunciado por corrupção passiva, a esta altura da vida, sem jamais ter recebido valores. Nunca vi o dinheiro e não participei de acertos para cometerem ilícitos”, sublinhou o presidente brasileiro.

Não permitirei que me acusem de crimes que jamais cometi. Minha disposição é continuar a trabalhar pelo Brasil, gerar crescimento e emprego.

— Michel Temer (@MichelTemer) June 27, 2017

O novo capítulo – histórico – da novela Temer volta a colocar o Brasil na mira da imprensa internacional a aumenta a instabilidade no país.

A denúncia coloca em causa a continuidade do Governo brasileiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Antigo chefe do exército brasileiro ameçou prender Bolsonaro se insistisse com golpe de Estado

Polícia liberta 17 reféns de assalto a autocarro no Rio de Janeiro

"Bloco da latinha": este desfile de Carnaval ouve-se muito antes de se ver