EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Obamacare: "Cura" de Trump não sara divisões no Congresso

Obamacare: "Cura" de Trump não sara divisões no Congresso
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Quatro senadores republicanos rejeitam aprovar a reforma que poderia deixar mais de 22 milhões sem cobertura médica.

PUBLICIDADE

A promessa de Donald Trump de abolir o sistema de saúde da era Obama sofreu esta noite uma pesada derrota no Senado norte-americano, depois dos republicanos não terem conseguido reunir os 50 votos necessários para aprovar um novo plano.

O presidente recorreu às redes sociais para apelar a, “uma revogação imediata do Obamacare”, sem passar por um plano alternativo, depois de meses de discussões infrutíferas.

Dois senadores conservadores juntaram-se a outros dois republicanos que tinham já anunciado que iriam votar contra o plano alternativo de Trump, ao lado da oposição democrata. A nova proposta que deverá prever a manutenção provisória do plano por mais dois anos vai ser apresentada nos próximos dias pela bancada republicana.

Uma medida que está longe de pôr fim à vaga de contestação quando está em risco o futuro da cobertura médica de mais de 22 milhões de beneficiários do sistema Obamacare. A mensagem das dezenas de ativistas que se manifestaram ontem no edifício do congresso.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"