Donald Trump quer Obamacare revogado antes de agosto

Donald Trump quer Obamacare revogado antes de agosto
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente norte-americano reuniu-se com um grupo de 49 senadores republicanos e advertiu-os de que têm de chegar a um acordo.

PUBLICIDADE

Donald Trump espera que o Obamacare seja revogado antes das férias de verão.

Numa tentativa de cumprir uma das principais promessas de campanha, o presidente norte-americano reuniu-se, na quarta-feira, com um grupo de 49 senadores republicanos e advertiu-os de que têm de chegar a um acordo, depois de sete anos a criticar a Lei de Cuidados de Saúde Acessíveis de Barack Obama.

I will be having lunch at the White House today with Republican Senators concerning healthcare. They MUST keep their promise to America!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) July 19, 2017

“As pessoas estão a sofrer. A inação não é uma opção. Francamente, creio que nós não devemos deixar a cidade a não ser que tenhamos um plano de seguro de saúdo, a não ser que possamos dar ao nosso povo grandes cuidados de saúde. Porque estamos perto, estamos muito perto” assegura o presidente.

O líder da maioria no Senado, o republicano Mitch McConnell, comprometeu-se em colocar em votação, na próxima, a revogação do Obamacare, apesar de haver indicações de que vai fracassar depois de quatro senadores republicanos se mostrarem contrários à proposta.

A revogação das reformas de saúde assinadas por Barack Obama deixaria, de acordo com o Organismo do Orçamento do Congresso, cerca de 32 milhões de pessoas sem seguro até 2026.

#BREAKING: CBO: 32 million would lose healthcare under GOP plan to repeal ObamaCare without a replacement https://t.co/vHEMRDH9z6pic.twitter.com/dbtSwqDkCZ

— The Hill (@thehill) July 19, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primárias no Michigan: Biden vence corrida dos democratas e Trump triunfa entre republicanos

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny